domingo, 5 de outubro de 2008

Arquivo de riqueza nº 16

As pessoas ricas agem apesar do medo. As pessoas de mentalidade pobre deixam-se paralisar pelo medo.
No começo deste livro apresentei o Processo de Manifestação. Reveja a fórmula: pensamentos conduzem a sentimentos, sentimentos conduzem a ações, ações conduzem a resultados.
Milhões de pessoas "pensam" em ficar ricas, e milhares delas fazem meditação e declarações com esse objetivo, além de visualizarem a riqueza que querem conquistar. Eu medito quase todos os dias. Mas nunca aconteceu de eu estar sentado meditando ou fazendo uma visualização e cair um saco de dinheiro na minha cabeça. Acredito que sou apenas um dos infelizes que têm que fazer alguma coisa para ter sucesso.
A meditação, a visualização e as declarações são ferramentas maravilhosas, mas, até onde sei, nenhuma delas por si só lhe proporcionará dinheiro no mundo real. Você tem que tomar medidas concretas para vencer. E por que a ação é tão decisiva?
Retornando ao Processo de Manifestação, veja o caso dos pensamentos e sentimentos: eles fazem parte do mundo interior ou exterior? Do mundo interior. Agora os resultados: eles fazem parte do mundo interior ou exterior? Do mundo exterior, Isso quer dizer que a ação é a "ponte" entre esses dois mundos.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
A ação é a "ponte" entre o mundo interior e o mundo exterior.

Mas, se a ação é tão importante, o que nos impede de tomar as medidas que sabemos que precisamos tomar? O medo. O medo, a dúvida e a preocupação são alguns dos maiores obstáculos
não apenas ao sucesso como também à felicidade. Por esse motivo, uma das maiores diferenças entre as pessoas ricas e as de mentalidade pobre é que as primeiras estão sempre dispostas a agir apesar do medo, enquanto as últimas deixam-se paralisar por ele.
No livro Como superar o medo, Susan Jeffers diz que o grande erro que a maioria das pessoas comete é esperar que a sensação de medo diminua ou desapareça para que comecem a agir. Em geral, elas aguardam para sempre.
Num dos cursos da Peak Potentials, ensino que o verdadeiro guerreiro é capaz de "domar a serpente do medo". Isso não pressupõe matar a serpente nem se livrar ou fugir dela. Quer dizer exatamente "domar" a serpente.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
O verdadeiro guerreiro é capaz de "domar a serpente do medo".

O fundamental é você perceber que não é necessário tentar se livrar do medo para vencer. As pessoas ricas e bem-sucedidas têm medo, dúvidas e preocupações. Elas apenas não se deixam paralisar por esses sentimentos. Os indivíduos de mentalidade pobre, no entanto, permitem que essas coisas os impeçam de seguir em frente.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
Não é necessário tentar se livrar do medo para vencer.

Por sermos criaturas de hábitos, precisamos aprender a agir apesar do medo, da dúvida, da preocupação, da incerteza, da inconveniência e do desconforto. E temos que aprender a agir quando não temos vontade de fazer isso.
Certa vez, na noite de encerramento de um curso em Seattle, eu falava sobre o próximo Seminário Intensivo da Mente Milionária que organizaria em Vancouver, no Canadá, quando um homem se levantou e disse: "Harv, pelo menos uma dúzia de amigos e familiares meus já participaram desse seminário e os seus resultados foram absolutamente fenomenais. Estão todos muito mais felizes do que antes e na estrada do sucesso financeiro. Eles me disseram que é um aprendizado capaz de mudar a vida de uma pessoa. Por isso, se você realizasse esse seminário aqui em Seattle, eu com certeza me inscreveria".
Eu lhe agradeci pelo depoimento e perguntei se ele estava aberto a uma orientação. Depois que ele concordou, perguntei como ele estava se saindo com as finanças. Timidamente, ele disse:
- Não muito bem. - Não me surpreende. Se você deixa uma viagem de carro de três horas,
um vôo de uma hora ou uma caminhada de três dias impedi-lo de fazer uma coisa que deseja fazer e da qual precisa, o que mais poderá impedi-lo? A resposta é simples: qualquer coisa. Não se trata do tamanho do desafio, se trata do seu tamanho. Ou você é uma pessoa que se deixa deter ou é alguém que não se deixa deter. A escolha é sua. Caso queira enriquecer ou ser bem-sucedido de alguma forma, tem que ser um guerreiro. Precisa estar determinado a realizar o que for necessário para isso. Deve ensinar a si mesmo a não se deixar parar por nada neste mundo. Ficar rico nem sempre é cômodo nem fácil. Na verdade, pode ser algo muito difícil. Mas e daí? Um dos princípios-chave do guerreiro é: "Se você só estiver disposto a realizar o que é fácil, a vida será difícil. Mas, se concordar em fazer o que é difícil, a vida será fácil". As pessoas ricas não escolhem as suas ações pela maior facilidade ou comodidade - esse modo de ser é próprio de quem tem uma mentalidade pobre.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
Se você só estiver disposto a realizar o que é fácil, a vida será difícil.

Mas, se concordar em fazer o que é difícil, a vida será fácil. No fim da minha resposta, a platéia estava em silêncio. Mais tarde, o homem que havia começado aquela discussão foi me agradecer por "abrir os seus olhos" É claro que ele se inscreveu no curso, mesmo fora da sua cidade, e ainda apareceu com mais três amigos.
Agora que já falei sobre a comodidade, vou passar para o tema do desconforto. Por que é tão importante agir apesar do desconforto? Porque "confortável" é o lugar onde você está agora. Se o seu objetivo é atingir um novo patamar de vida, tem que sair da sua zona de conforto e praticar ações desconfortáveis.
Suponha que você esteja levando uma vida de nível cinco e queira conquistar uma vida de nível dez. Os níveis de cinco para baixo estão dentro da sua zona de conforto, enquanto os de seis para cima estão fora dela, na sua zona de "desconforto".
As pessoas de mentalidade pobre não se dispõem a sentir desconforto. Lembre-se: sentir-se confortável é a maior prioridade das suas vidas. Mas vou lhe dizer um segredo que só os ricos e bem-sucedidos sabem: conforto é algo supervalorizado. Ele faz com que a pessoa sinta aconchego e segurança, no entanto não lhe permite crescer. Para isso, ela tem que ampliar a sua zona de conforto. Alguém só consegue se expandir verdadeiramente se estiver fora dessa área.
Eu lhe pergunto: na primeira vez em que você experimentou algo novo, sentiu-se confortável ou desconfortável? A segunda opção, provavelmente. E o que aconteceu daí em diante? Quanto mais você repetia a experiência, mais confortável ela se tornava, não é? É assim que a coisa funciona. Tudo é desconfortável no começo; porém, se você se mantém firme e insiste, acaba superando a zona de desconforto. E vence. Então, passa a uma zona de conforto nova e ampliada, mostrando que se tornou uma pessoa maior.
A partir de agora, sempre que você se sentir desconfortável, em vez de se refugiar na sua velha zona de conforto, bata nas próprias costas e diga: "Eu devo estar crescendo" e continue seguindo em frente.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
Você só poderá crescer de verdade se estiver fora da sua zona de conforto.

Caso você deseje ser rico e bem-sucedido, trate de aprender a se sentir
bem com o desconforto. Pratique conscientemente estar na zona de desconforto e fazer o que lhe dá medo. Quero que você se lembre para o resto da vida da seguinte equação: zc = zr, isto é, a sua "zona de conforto" é igual à sua "zona de riqueza".
Ampliando a sua zona de conforto, você aumenta não só os seus rendimentos como a sua zona de riqueza. Quanto mais confortável você quiser se sentir, menos riscos se disporá a correr, menos oportunidades desejará explorar, menos pessoas conhecerá, menos estratégias desenvolverá. Captou a mensagem? Quanto mais o conforto se torna uma prioridade na sua vida, mais contraído de medo você fica. Por outro lado, expandindo a si próprio, você amplia a sua zona de oportunidade, o que lhe permite atrair e conservar mais rendimentos e riqueza. Não se esqueça: se você tiver um grande recipiente (zona de conforto), o universo terá prazer em enchê-lo. As pessoas ricas e bemsucedidas possuem zonas de conforto muito amplas e as aumentam constantemente para poderem ganhar e conservar mais riqueza.
Embora nunca ninguém tenha morrido de desconforto, a aspiração ao conforto matou mais idéias, oportunidades, ações e crescimento do que qualquer outra coisa neste mundo. O conforto aniquila. Se a sua meta na vida é se sentir confortável, eu lhe garanto duas coisas: primeiro, você nunca ficará rico; segundo, jamais será feliz. A felicidade não é obtida com uma vida mais ou menos satisfatória, em que ficamos o tempo todo nos perguntando o que mais poderia ter acontecido. A felicidade surge como resultado de estarmos no nosso estado natural de crescimento e vivendo o máximo do nosso potencial.
Tente fazer o seguinte. Na próxima ocasião em que se sentir desconfortável, indeciso ou intimidado, em vez de se encolher ou se refugiar na segurança, siga em frente. Observe e vivencie as sensações de desconforto reconhecendo que são apenas sensações - incapazes de detê-lo. Insistindo tenazmente apesar do desconforto, você acabará atingindo a sua meta.
Não importa se o desconforto não diminuir. Na verdade, se isso acontecer, considere esse fato um sinal para elevar o seu objetivo, porque, no momento em que se sentir confortável, você vai parar de crescer. Repito: para avançar até o máximo do seu potencial, é necessário que você viva no limite das suas possibilidades.
E, como somos criaturas de hábitos, é necessário praticar. Pratique agir apesar do medo, da inconveniência e do desconforto - e aja quando não estiver com vontade de fazer isso. Desse modo, você passará rapidamente a um patamar de vida mais alto. No processo, não deixe de verificar com regularidade a sua conta bancária porque, eu lhe garanto, ela estará crescendo com muita rapidez também.
A mente humana é uma excepcional romancista. Ela inventa histórias incríveis, em geral baseadas em dramas e desastres, a partir de coisas que nunca ocorreram e que provavelmente nunca acontecerão. O escritor Mark Twain explicou o assunto com toda a clareza: "Já tive milhares de problemas na minha vida, a maioria dos quais nunca aconteceu de fato".
Uma das coisas mais importantes a entender na vida é que você não é a sua mente. Você é muito maior e mais poderoso do que ela. A sua mente é uma parte de você tanto quanto a sua mão.
Uma pergunta para provocar o seu raciocínio: e se a sua mão fosse como a sua mente? Ela estaria em toda parte, dando tapas em você o tempo todo e falando sem parar. E o que você faria? A maioria das pessoas responde: "Eu a cortaria fora". Mas, se a sua mão é uma ferramenta poderosa, por que você se livraria dela? A resposta certa, evidentemente, é: você gostaria de controlá-la, manejá-la e treiná-la para trabalhar a seu favor, e não contra você.
Saber treinar e manejar a própria mente é o maior talento que se pode ter na vida, tanto em termos de felicidade quanto de sucesso, e é exatamente isso o que desejo ensinar com este livro.

PRINCÍPIO DE RIQUEZA
Saber treinar e manejar a própria mente é o maior talento que se pode ter
na vida, tanto em termos de felicidade quanto de sucesso.

Como é que você treina a sua mente? Começando pela observação.
Note como a sua mente produz regularmente pensamentos desfavoráveis à sua riqueza e felicidade. Quando identificar tais pensamentos, comece a substituí-los de forma consciente por outros que o fortaleçam. E onde você encontra esses modos de pensar? Aqui mesmo, neste livro. Todas as declarações contidas nestas páginas São modos de pensar que transmitem força e êxito.
Adote todas essas maneiras de pensar e ser e também essas atitudes como suas. Não espere um convite formal. Decida agora mesmo que a sua vida será melhor se você optar por pensar da forma como sugiro aqui em vez de permanecer com os hábitos mentais autodestrutivos do passado. Determine que, de hoje em diante, os seus pensamentos não mais o governam, você é quem os governa. A partir de agora, a sua mente não é mais o capitão do navio: você é o capitão e a sua mente está sob as suas ordens.
Você pode escolher os seus pensamentos. Você tem a capacidade natural de descartar, a qualquer momento, todo
pensamento que não lhe seja favorável. E, a qualquer instante, pode também instalar pensamentos fortalecedores, simplesmente optando por se manter concentrado neles. Você tem o poder de controlar a sua mente.
Mais uma vez, cito a frase do meu amigo e escritor Robert G. Allen: "Nenhum pensamento mora de graça na cabeça de ninguém".
Isso quer dizer que você pagará por seus pensamentos negativos. Pagará em dinheiro, em energia, em tempo, em saúde e em termos de
felicidade. Se o seu objetivo é atingir rapidamente um novo nível de vida, comece a classificar os seus pensamentos nestas duas categorias - os que lhe dão poder e os que minam o seu poder. Observe-os e determine se eles contribuem ou não para a sua felicidade e o seu sucesso. Escolha então alimentar somente aqueles que o fortalecem e recuse-se a se manter concentrado nos que o debilitam. Quando surgir na sua cabeça um pensamento prejudicial, diga "Cancela" e "Obrigado pela informação". Em seguida, substitua-o por um modo de pensar mais favorável. Eu chamo esse processo de pensamento poderoso. Guarde as minhas palavras: se você o praticar, a sua vida jamais voltará a ser a mesma. É uma promessa.
Então, qual é a diferença entre "pensamento poderoso" e "pensamento positivo"? Ela é sutil, porém profunda. Na minha opinião, as pessoas usam o pensamento positivo para fingir que está tudo bem quando acreditam que não está. Com o pensamento poderoso, nós compreendemos que tudo é neutro, nada tem significado, exceto aquele que nós mesmos atribuímos - nós criamos a nossa história e damos a cada coisa o seu sentido.
Essa é a diferença entre pensamento positivo e pensamento poderoso. O primeiro faz com que as pessoas acreditem que os seus pensamentos são
verdadeiros. Por sua vez, o pensamento poderoso reconhece que os nossos pensamentos não são verdadeiros, mas que, de qualquer modo, nós criamos a nossa própria história e podemos inventar uma que nos seja favorável. Não fazemos isso porque os novos pensamentos sejam verdadeiros no sentido absoluto, mas porque eles nos são mais úteis e nos parecem muito melhores do que os outros.

DECLARAÇÃO

Eu ajo apesar do medo. Eu ajo apesar da dúvida. Eu ajo apesar da
preocupação. Eu ajo apesar da inconveniência. Eu ajo apesar do desconforto. Eu ajo quando não estou com vontade de agir.
Eu tenho uma mente milionária!

AÇÕES DA MENTE MILIONÁRIA

1. Liste os três maiores medos ou preocupações que você tem a
respeito de dinheiro e riqueza. Para cada um deles, escreva o que faria se a situação temida efetivamente acontecesse. Você sobreviveria? A superaria? O mais provável é que a resposta seja afirmativa. Agora pare de se preocupar e comece a enriquecer.
2. Pratique sair da sua zona de conforto. tome deliberadamente decisões que o façam se sentir desconfortável. Por exemplo, converse com pessoas com quem não falaria, peça um aumento de salário, suba os preços dos seus produtos, acorde uma hora mais cedo todo dia.
3. Aplique o pensamento poderoso. Observe a si próprio e os seus padrões de pensamento. Acolha somente aqueles que contribuam para a sua felicidade e o seu sucesso. Desafie a voz dentro da sua cabeça sempre que ela lhe disser "Não posso", "Não quero", "Não estou a fim". Não deixe que a voz do medo, que a voz do conforto, seja mais forte do que você. Faça um pacto consigo mesmo: sempre que a voz tentar impedi-lo de realizar alguma coisa, você a fará de qualquer forma para mostrar à sua mente que é você quem manda, e não ela. Assim, aumentará espetacularmente a sua confiança, enquanto a sua voz, reconhecendo que tem pouco poder sobre você, se pronunciará cada vez menos.

1 comentário:

Você tem que saber disse...

Muito obrigado.
Precisei de um trecho do arquivo de riqueza número 16.
Obrigado por postar.